Pular para o conteúdo
Início » Artigos do Blog » Plano de Aula: Corpo, Gestos e Movimentos na Educação Infantil

Plano de Aula: Corpo, Gestos e Movimentos na Educação Infantil

Aqui discutimos o tema, sugerimos atividades e apresentamos um Plano de Aula Pronto para uso!

Corpo, Gestos e Movimentos

Os educadores de Educação Física escolar têm um papel fundamental na formação de crianças na Educação Infantil. O Plano de Aula Corpo, Gestos e Movimentos é uma abordagem que visa desenvolver habilidades motoras, cognitivas e sociais em crianças de 0 a 5 anos. Através de atividades lúdicas e brincadeiras, as crianças aprendem a controlar e adequar o uso do corpo em diferentes situações.

Confira ao final do artigo um plano de aula pronto sobre Corpo, Gestos e Movimentos na Educação Infantil. Use e adapte livremente para sua turma.

Compreender o Corpo, Gestos e Movimentos é essencial para o desenvolvimento infantil. A Educação Física na Educação Infantil é um campo de experiência que permite que a criança explore, experimente e descubra o mundo a seu redor. O educador deve estar preparado para oferecer atividades que desenvolvam a coordenação, o equilíbrio, a lateralidade, a percepção espacial e temporal, além de estimular a criatividade e a imaginação.

A Importância da Educação Infantil na formação de crianças é inquestionável. É nessa fase que se desenvolvem as habilidades motoras, cognitivas, afetivas e sociais que serão utilizadas ao longo da vida. O Plano de Aula Corpo, Gestos e Movimentos é uma abordagem que contribui para o desenvolvimento integral da criança, estimulando a aprendizagem e o desenvolvimento de forma lúdica e prazerosa.

Principais pontos

  • O Plano de Aula Corpo, Gestos e Movimentos é uma abordagem que visa desenvolver habilidades motoras, cognitivas e sociais em crianças de 0 a 5 anos.
  • O educador deve estar preparado para oferecer atividades que desenvolvam a coordenação, o equilíbrio, a lateralidade, a percepção espacial e temporal, além de estimular a criatividade e a imaginação.
  • O Plano de Aula Corpo, Gestos e Movimentos contribui para o desenvolvimento integral da criança, estimulando a aprendizagem e o desenvolvimento de forma lúdica e prazerosa.

Compreendendo o Corpo, Gestos e Movimentos

O campo de experiência “Corpo, gestos e movimentos” é um dos cinco campos que compõem a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a Educação Infantil. Esse campo busca promover o desenvolvimento integral das crianças, contemplando aspectos físicos, cognitivos, emocionais e sociais.

Compreender o corpo, gestos e movimentos é fundamental para que as crianças possam explorar o mundo ao seu redor, interagir com outras pessoas e desenvolver habilidades motoras. O movimento é uma forma de expressão e comunicação, além de ser essencial para o desenvolvimento cerebral das crianças.

No contexto da Educação Infantil, o trabalho com o corpo, gestos e movimentos deve ser planejado de forma lúdica e prazerosa, respeitando as características e necessidades de cada criança. O plano de aula deve ser elaborado de forma a contemplar atividades que estimulem a coordenação motora, equilíbrio, lateralidade, percepção espacial, entre outras habilidades.

É importante lembrar que o desenvolvimento infantil é um processo contínuo e que cada criança tem seu próprio ritmo. Por isso, é fundamental que o professor esteja atento às necessidades individuais de cada criança e adapte as atividades de acordo com suas habilidades e interesses.

Ao trabalhar com o corpo, gestos e movimentos na Educação Infantil, é possível promover o desenvolvimento integral das crianças, contribuindo para a formação de indivíduos mais saudáveis, autônomos e felizes.

A Importância da Educação Infantil

A educação infantil é uma etapa fundamental no desenvolvimento da criança, que ocorre desde o nascimento até os seis anos de idade. Durante essa fase, as crianças pequenas aprendem habilidades essenciais que as ajudarão a se tornarem adultos bem-sucedidos e independentes.

A educação infantil é importante porque fornece às crianças bem pequenas uma base sólida para o futuro. Durante essa fase, as crianças aprendem a se comunicar, a trabalhar em equipe e a resolver problemas. Além disso, elas desenvolvem habilidades motoras finas e grossas, como a coordenação de gestos e movimentos, que são importantes para o desenvolvimento físico.

A educação infantil também é importante porque ajuda as crianças a se prepararem para a escola. As crianças que frequentam a educação infantil têm mais chances de ter sucesso na escola primária e na vida adulta. Elas têm melhores habilidades de leitura, escrita e matemática e são mais propensas a se formarem na faculdade.

Para bebês e crianças bem pequenas, a educação infantil é importante porque ajuda a estimular o desenvolvimento cognitivo. Durante essa fase, as crianças aprendem a pensar, a raciocinar e a resolver problemas. Elas também aprendem a se concentrar e a prestar atenção, o que é importante para o desenvolvimento da memória e do aprendizado.

Em resumo, a educação infantil é uma etapa fundamental no desenvolvimento da criança. Ela fornece uma base sólida para o futuro, ajuda as crianças a se prepararem para a escola e estimula o desenvolvimento cognitivo. Por isso, é importante que os pais e cuidadores incentivem as crianças a participarem de programas de educação infantil de qualidade.

O Papel do Educador

O papel do educador é fundamental na elaboração do plano de aula sobre corpo, gestos e movimentos na educação infantil. Ele deve ter conhecimento sobre a psicomotricidade e suas implicações no desenvolvimento infantil, bem como sobre os recursos didáticos mais adequados para trabalhar esses temas com as crianças.

O educador deve considerar as características individuais de cada criança e adaptar as atividades propostas de acordo com as suas necessidades e habilidades. Para isso, é importante utilizar recursos pedagógicos variados, como jogos, brincadeiras, músicas e histórias, que estimulem a criatividade e a imaginação dos pequenos.

Além disso, o educador deve estar atento aos momentos de interação entre as crianças e incentivar a participação de todos nas atividades propostas. Ele deve ser um mediador entre as crianças e os recursos utilizados, auxiliando na compreensão dos objetivos da atividade e na resolução de possíveis conflitos que possam surgir durante o processo.

O educador deve avaliar constantemente o processo de aprendizagem das crianças, identificando suas dificuldades e potencialidades e adaptando o plano de aula de acordo com as necessidades do grupo. Dessa forma, ele contribui para o desenvolvimento integral das crianças, promovendo o aprendizado de forma lúdica e prazerosa.

Campos de Experiência e BNCC

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento que estabelece os direitos de aprendizagem e desenvolvimento de todas as crianças brasileiras. A BNCC para a Educação Infantil é dividida em cinco Campos de Experiência, que são organizados em torno de eixos temáticos que consideram as especificidades das crianças de zero a cinco anos de idade. Um desses campos é o “Corpo, Gestos e Movimentos”, presente na EI02CG05.

O Campo de Experiência “Corpo, Gestos e Movimentos” tem como objetivo promover o desenvolvimento das crianças por meio de experiências corporais, expressivas e de movimento. Nesse campo, as crianças podem explorar o próprio corpo e as possibilidades de movimento, além de vivenciar diferentes formas de expressão, como gestos, danças e brincadeiras.

A BNCC estabelece que as experiências nesse campo devem ser planejadas de forma a considerar as características e necessidades de cada criança, além de promover o desenvolvimento de habilidades motoras, cognitivas e socioemocionais. Para isso, é importante que os professores planejem atividades que envolvam o corpo, a imaginação e a criatividade das crianças, e que permitam a elas explorar o mundo ao seu redor por meio do movimento.

Alguns exemplos de atividades que podem ser desenvolvidas nesse campo são: danças, jogos, brincadeiras, atividades físicas, dramatizações e outras formas de expressão corporal. É importante que essas atividades sejam planejadas de forma a considerar as necessidades e interesses das crianças, e que permitam a elas experimentar diferentes formas de movimento e expressão.

O Campo de Experiência “Corpo, Gestos e Movimentos” da BNCC para a Educação Infantil visa promover o desenvolvimento das crianças por meio de experiências corporais, expressivas e de movimento. Para isso, é importante que os professores planejem atividades que permitam às crianças explorar o próprio corpo e as possibilidades de movimento, além de vivenciar diferentes formas de expressão, como gestos, danças e brincadeiras.

Atividades e Brincadeiras

As atividades lúdicas são fundamentais para o processo de aprendizagem das crianças na Educação Infantil, principalmente quando se trata do componente curricular de Educação Física, que tem como um dos eixos norteadores o “corpo, gestos e movimentos”. Essas atividades podem ser desenvolvidas por meio de brincadeiras, jogos, músicas, danças, arte, criatividade, expressão de emoções e outras formas que estimulem a motricidade e o desenvolvimento cognitivo e social das crianças.

As brincadeiras são uma forma divertida e eficaz de promover o aprendizado das crianças. Elas podem ser desenvolvidas em grupo ou individualmente, e devem estar sempre adequadas à faixa etária das crianças. Algumas brincadeiras que podem ser desenvolvidas para trabalhar o eixo “corpo, gestos e movimentos” são:

  • Pular corda: essa atividade ajuda a desenvolver a coordenação motora, o equilíbrio e a resistência física das crianças.
  • Corrida com obstáculos: nessa atividade, as crianças devem correr e pular obstáculos, o que ajuda a desenvolver a agilidade, a coordenação motora e o equilíbrio.
  • Dança das cadeiras: essa brincadeira ajuda a desenvolver a coordenação motora e o equilíbrio, além de estimular a socialização e a competição saudável entre as crianças.

Além das brincadeiras, outras atividades também podem ser desenvolvidas para trabalhar o eixo “corpo, gestos e movimentos”. Algumas sugestões são:

  • Oficinas de arte: nessa atividade, as crianças podem explorar diferentes materiais e técnicas para criar obras de arte, o que ajuda a desenvolver a criatividade e a coordenação motora fina.
  • Atividades de expressão corporal: nessa atividade, as crianças podem explorar diferentes movimentos e expressões corporais para expressar emoções e sentimentos, o que ajuda a desenvolver a consciência corporal e a inteligência emocional.
  • Jogos cooperativos: nessa atividade, as crianças trabalham em equipe para alcançar um objetivo em comum, o que ajuda a desenvolver a cooperação, a comunicação e a empatia.

Assim, as atividades lúdicas e as brincadeiras são fundamentais para o desenvolvimento das crianças na Educação Infantil, principalmente quando se trata do componente curricular de Educação Física e do eixo “corpo, gestos e movimentos”. Essas atividades podem ser desenvolvidas de diversas formas, sempre levando em consideração a faixa etária das crianças e os objetivos pedagógicos a serem alcançados.

Coordenação e Equilíbrio

A coordenação e o equilíbrio são habilidades motoras fundamentais para o desenvolvimento físico e cognitivo das crianças na educação infantil. Através de atividades que estimulam essas habilidades, os alunos podem adquirir melhor percepção do próprio corpo e aprimorar a coordenação de seus gestos e movimentos.

A coordenação motora fina, que envolve movimentos mais precisos e delicados, como escrever, recortar e desenhar, pode ser desenvolvida através de atividades que estimulam a manipulação de objetos pequenos, como blocos de montar e quebra-cabeças. Já a coordenação motora grossa, que envolve movimentos mais amplos e vigorosos, como correr, pular e chutar, pode ser desenvolvida através de atividades que estimulam a prática de esportes e brincadeiras ao ar livre.

O equilíbrio, por sua vez, pode ser desenvolvido através de atividades que estimulam a postura correta e o controle do corpo em diferentes posições. Exemplos de atividades que estimulam o equilíbrio incluem caminhar sobre uma linha reta, andar de bicicleta e praticar yoga.

Ao desenvolver a coordenação e o equilíbrio das crianças na educação infantil, os professores podem contribuir para o desenvolvimento físico e cognitivo dos alunos, além de estimular a criatividade e a socialização.

Aprendizagem e Desenvolvimento

A aprendizagem e o desenvolvimento infantil são processos interligados e fundamentais para a formação das habilidades cognitivas, motoras e socioemocionais das crianças. Na educação infantil, é importante que sejam desenvolvidas atividades que estimulem a atenção, a criatividade e o desenvolvimento das habilidades motoras.

O plano de aula “Corpo, gestos e movimentos” é uma excelente oportunidade para trabalhar esses aspectos com as crianças. Através de atividades lúdicas e dinâmicas, é possível estimular a atenção e a concentração das crianças, ao mesmo tempo em que desenvolvem a coordenação motora e a consciência corporal.

Além disso, o desenvolvimento das habilidades motoras também contribui para o desenvolvimento cognitivo das crianças, uma vez que a prática de atividades físicas estimula a produção de neurotransmissores responsáveis pelo aprendizado e pela memória.

É importante destacar que, durante o processo de aprendizagem, é fundamental que sejam estabelecidos limites claros e respeitados. O professor deve estar atento às necessidades individuais de cada criança e adaptar as atividades de acordo com o seu ritmo de desenvolvimento.

Resumindo, o plano de aula “Corpo, gestos e movimentos” é uma excelente oportunidade para estimular a aprendizagem e o desenvolvimento infantil. Mediante atividades lúdicas e dinâmicas, é possível desenvolver habilidades motoras, cognitivas e socioemocionais, sempre respeitando os limites e necessidades individuais de cada criança.

Expressões Corporais e Dança

A dança e as expressões corporais são atividades muito importantes na educação infantil, pois ajudam a desenvolver a coordenação motora, a criatividade, a socialização, a autoestima e a expressão emocional das crianças. Além disso, a dança e as expressões corporais permitem que as crianças expressem suas emoções e sentimentos de forma lúdica e divertida.

Durante as aulas de dança e expressões corporais, é importante que as crianças tenham contato com diferentes tipos de danças e músicas, bem como com diferentes instrumentos musicais. Dessa forma, elas podem ampliar seus conhecimentos culturais e musicais, além de desenvolver a sensibilidade e a percepção musical.

As atividades de dança e expressões corporais também podem ser utilizadas para trabalhar temas específicos, como a história do Brasil, a diversidade cultural, a sustentabilidade, entre outros. Nesse sentido, é importante que o professor planeje as atividades de forma criativa e lúdica, utilizando recursos como jogos, brincadeiras, histórias, fantoches, entre outros.

Durante as aulas de dança e expressões corporais, é importante que as crianças sejam incentivadas a experimentar diferentes movimentos e gestos, sem medo de errar. O professor deve criar um ambiente acolhedor e seguro, onde as crianças se sintam à vontade para se expressar livremente.

As atividades de dança e expressões corporais são fundamentais na educação infantil, pois ajudam a desenvolver habilidades motoras, cognitivas e emocionais das crianças, além de permitir que elas expressem suas emoções e sentimentos de forma lúdica e divertida. O professor deve planejar as atividades de forma criativa e lúdica, utilizando diferentes tipos de danças, músicas e instrumentos musicais, e criando um ambiente acolhedor e seguro para as crianças.

Avaliação e Acompanhamento

A avaliação é uma parte fundamental do processo educativo e deve ser realizada de forma contínua e sistemática em todas as etapas do trabalho. Na disciplina de corpo, gestos e movimentos, a avaliação deve acompanhar o desenvolvimento das habilidades motoras, perceptivas e expressivas das crianças.

O educador deve estar atento às necessidades individuais de cada criança e adaptar as atividades de acordo com suas habilidades e limitações. Além disso, é importante que o educador registre o desenvolvimento das crianças em relação aos objetivos propostos no plano de aula.

Para realizar a avaliação, o educador pode utilizar diferentes instrumentos, como observação direta, registro em fichas individuais, diários de classe, entre outros. É importante que a avaliação seja realizada de forma participativa, envolvendo as crianças no processo e valorizando suas conquistas.

O acompanhamento do desenvolvimento das crianças também é uma parte importante do processo educativo. O educador deve estar atento ao progresso de cada criança e oferecer suporte quando necessário. O acompanhamento pode ser realizado através de registros individuais, reuniões com os pais e responsáveis, entre outras formas.

Recursos e Materiais Didáticos

Ao planejar aulas de educação física na educação infantil, é essencial selecionar recursos e materiais didáticos adequados para promover o desenvolvimento das práticas corporais e do cuidado com o corpo. Alguns recursos didáticos que podem ser utilizados incluem:

  • Cola: A cola é um material versátil que pode ser usado para criar colagens com diferentes formas e texturas, permitindo que as crianças explorem a expressão corporal e a criatividade.
  • Vídeos: Vídeos educativos sobre movimentos corporais podem ajudar a inspirar as crianças a experimentar diferentes formas de movimento e aprimorar suas habilidades motoras.
  • Instrumentos musicais: A música pode ser uma ferramenta poderosa para estimular a atividade física e o movimento criativo. Instrumentos musicais simples, como chocalhos e tambores, podem ser usados para acompanhar atividades de dança e movimento.

Ao selecionar materiais didáticos, é importante considerar a idade e o nível de desenvolvimento das crianças, bem como suas habilidades motoras e interesses individuais. Além disso, é importante que os materiais sejam seguros e adequados para uso em ambientes escolares.

Os recursos e materiais didáticos selecionados devem ser integrados ao plano de aula para garantir que as atividades sejam relevantes e eficazes. Ao criar um plano de aula de corpo, gestos e movimentos, os educadores devem considerar como os materiais e recursos didáticos podem ser usados para apoiar os objetivos de aprendizagem e promover o desenvolvimento físico e emocional das crianças.

Cuidados Pessoais e Alimentação

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a Educação Infantil estabelece que o campo de experiência “Corpo, gestos e movimentos” é um dos seis eixos estruturantes do currículo. Nesse sentido, o plano de aula deve contemplar atividades que promovam o desenvolvimento das crianças em relação aos cuidados pessoais e à alimentação.

A higiene pessoal é um aspecto fundamental para a saúde e o bem-estar das crianças. Por isso, as atividades do plano de aula devem incluir práticas de cuidado com o corpo, como lavar as mãos antes das refeições, escovar os dentes após as refeições e tomar banho diariamente. Essas práticas contribuem para a prevenção de doenças e para a formação de hábitos saudáveis.

Além disso, a alimentação é um tema importante a ser abordado no plano de aula. As atividades devem incluir orientações sobre a importância de uma alimentação saudável e equilibrada, com o consumo de frutas, verduras, legumes, proteínas e carboidratos. É importante também estimular as crianças a experimentarem novos alimentos e a desenvolverem o hábito de comer devagar e mastigar bem os alimentos.

As atividades do plano de aula podem incluir a preparação de lanches saudáveis, como frutas picadas, sanduíches naturais e sucos naturais. É importante também ensinar as crianças a importância de não desperdiçar alimentos e a contribuir para a preservação do meio ambiente.

Por fim, as atividades de educação física também devem ser incluídas no plano de aula, pois contribuem para o desenvolvimento motor das crianças, além de promoverem a socialização e o trabalho em equipe. As atividades podem incluir jogos, brincadeiras e exercícios físicos que estimulem o movimento e a coordenação motora das crianças.

O plano de aula de corpo, gestos e movimentos deve contemplar atividades que promovam os cuidados pessoais, a alimentação saudável e equilibrada e a prática de exercícios físicos. Dessa forma, as crianças desenvolvem hábitos saudáveis desde cedo e têm mais chances de se tornarem adultos mais saudáveis e conscientes.

Interatividade e Socialização

A interatividade e a socialização são elementos fundamentais para o desenvolvimento integral das crianças na educação infantil. O campo de experiências “Corpo, gestos e movimentos” é um espaço que permite a exploração do corpo e a expressão de emoções por meio do contato com o outro.

Nesse sentido, o plano de aula de corpo, gestos e movimentos deve contemplar atividades que promovam a interação social entre as crianças, possibilitando que elas se expressem e se comuniquem com seus pares. As atividades devem ser planejadas de forma a permitir que as crianças trabalhem em grupo, desenvolvendo habilidades de cooperação e colaboração.

Além disso, é importante que as atividades propostas no plano de aula permitam que as crianças expressem suas emoções e sentimentos de forma adequada. Por meio da exploração do corpo e dos gestos, as crianças podem aprender a identificar e expressar suas emoções, desenvolvendo habilidades socioemocionais importantes para a vida em sociedade.

O contato físico entre as crianças também é importante para o desenvolvimento da socialização na educação infantil. As atividades devem contemplar momentos de contato físico, como jogos cooperativos e brincadeiras que envolvam toque e movimento.

Em resumo, o plano de aula de corpo, gestos e movimentos deve contemplar atividades que promovam a interatividade e a socialização entre as crianças, permitindo que elas se expressem e se comuniquem com seus pares, desenvolvendo habilidades socioemocionais importantes para a vida em sociedade.

Plano de Aula Pronto sobre Corpo, Gestos e Movimentos

Plano de Aula: Corpo, Gestos e Movimentos – Educação Infantil

Tema: Corpo, Gestos e Movimentos

Faixa etária: Educação Infantil (crianças de 4 a 5 anos)

Duração: Aproximadamente 1 semana (5 dias letivos)

Objetivos Gerais:

  • Reconhecer as partes do corpo e suas funções.
  • Desenvolver a coordenação motora ampla e fina.
  • Explorar diferentes movimentos e expressões corporais.
  • Compreender a importância do cuidado e respeito com o próprio corpo.

Dia 1: Partes do Corpo

Objetivos específicos:

  • Identificar e nomear as principais partes do corpo.
  • Compreender as funções básicas de cada parte do corpo.

Atividades Lúdicas:

  1. Corpo Humano Gigante: Desenhar um grande contorno do corpo de uma criança em papel pardo ou papel craft. Em seguida, cada criança será convidada a desenhar, recortar e colar as principais partes do corpo, como olhos, boca, nariz, braços, pernas, etc.
  2. Jogo da Memória Corporal: Preparar cartas com pares de imagens representando diferentes partes do corpo (por exemplo, mão, pé, olho, boca, etc.). As crianças deverão formar os pares correspondentes, nomeando as partes do corpo enquanto jogam.

Recursos:

  • Papel pardo ou papel craft
  • Lápis de cor, tesoura, cola
  • Cartas com imagens das partes do corpo

Dia 2: Movimentos e Expressões

Objetivos específicos:

  • Explorar diferentes movimentos corporais.
  • Expressar emoções e sentimentos através de gestos e expressões faciais.

Atividades Lúdicas:

  1. Estátua Musical: Colocar músicas animadas e pedir às crianças para dançarem livremente. Em determinado momento, a música será pausada, e elas deverão ficar em uma posição de “estátua”. Quem se mexer após a pausa sai da brincadeira.
  2. Teatrinho de Expressões: Apresentar às crianças diferentes expressões faciais (alegria, tristeza, surpresa, raiva, etc.). Cada criança escolherá uma expressão e, em grupos, farão pequenas dramatizações para que os colegas adivinhem a emoção representada.

Recursos:

  • Músicas animadas
  • Espaço amplo para dançar
  • Espelho para explorar as expressões faciais

Dia 3: Cuidando do Nosso Corpo

Objetivos específicos:

  • Entender a importância dos cuidados com o corpo e higiene pessoal.
  • Conhecer hábitos saudáveis relacionados à alimentação e atividade física.

Atividades Lúdicas:

  1. Hora do Banho: Simular um “banho” para os brinquedos de pelúcia das crianças, incentivando a fala sobre a importância de tomar banho diariamente.
  2. Lanche Saudável: Propor que cada criança traga um lanche saudável de casa e, em roda, compartilhar o que trouxe, destacando a importância de uma alimentação equilibrada.

Recursos:

  • Brinquedos de pelúcia
  • Alimentos saudáveis trazidos pelas crianças

Dia 4: Brincando com o Corpo

Objetivos específicos:

  • Estimular a coordenação motora ampla através de brincadeiras.
  • Fortalecer a noção de lateralidade (direita e esquerda).

Atividades Lúdicas:

  1. Circuitos de Obstáculos: Montar circuitos com almofadas, cones e obstáculos simples. As crianças deverão percorrer o circuito, pulando, rastejando e desviando dos obstáculos.
  2. Dança das Cores: Espalhar no chão papéis coloridos representando ações (pular, dançar, andar de costas, etc.). Ao som de uma música, as crianças deverão dançar e, quando a música parar, devem pisar em um papel e realizar a ação indicada.

Recursos:

  • Almofadas, cones, papéis coloridos
  • Músicas animadas

Dia 5: Criando com o Corpo

Objetivos específicos:

  • Estimular a criatividade e expressão corporal.
  • Integrar os aprendizados da semana em uma atividade lúdica.

Atividade Lúdica:

  1. Dança das Emoções: Cada criança escolherá uma emoção (alegria, tristeza, medo, etc.) e, ao som de uma música, deverá expressar essa emoção através de movimentos corporais e gestos. As outras crianças tentarão adivinhar qual é a emoção representada.

Recursos:

  • Músicas variadas

Conclusão: Ao final da semana, é importante reunir as crianças para uma conversa sobre o que aprenderam acerca do corpo, gestos e movimentos. Reforçar a importância de cuidar do próprio corpo, respeitar as diferenças e expressar emoções de forma saudável. Também é válido fazer um registro das atividades realizadas e criar um mural para expor as produções das crianças, como o corpo humano gigante e os desenhos das expressões faciais.

Esse plano de aula busca atender as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a Educação Infantil, que visa a promover o desenvolvimento integral das crianças, considerando suas particularidades e necessidades específicas. As atividades lúdicas propostas visam estimular a aprendizagem de forma prazerosa, promovendo a criatividade, autonomia e socialização das crianças, sempre respeitando suas individualidades.

5/5 - (1 vote)
Compartilhe este Post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prezado(a) Educador(a), o Conteúdo Integral deste artigo é Exclusivo para Assinantes.

Seja ASSINANTE e veja o conteúdo integral dos Artigos.
Tenha acesso livre aos -Planos de Aula - e -Atividades-

Torne-se ASSINANTE e tenha Acesso às Ferramentas Inteligentes:
Gerador Automático de Planos de Aula -
-Gerador de Ideias de Atividades-

Ganhe BRINDES de Atividades para Imprimir; desfrute de Vantagens Exclusivas!👇