Pular para o conteúdo
Início » Planos de Aula e Conteúdos para Educação Infantil » Plano de Aula Douglas quer um Abraço: Educação Infantil

Plano de Aula Douglas quer um Abraço: Educação Infantil

Confira o Plano de Aula Pronto ao Final

Criar um plano de aula envolvente e educativo para crianças na educação infantil pode ser um desafio gratificante, especialmente quando se tem um livro tão tocante e cheio de ensinamentos como “Douglas Quer um Abraço”. Este artigo é destinado a educadores, professores de educação infantil que buscam inspiração para elaborar atividades pedagógicas que não apenas divirtam, mas também ensinem valiosas lições de vida às crianças.

Nosso objetivo é garantir que este guia prático e cheio de ideias criativas para elaborar seu plano de aula sobre “Douglas Quer um Abraço” alcance todos aqueles que estão procurando maneiras inovadoras de integrar literatura infantil em suas práticas educativas.

A história de “Douglas Quer um Abraço” abre portas para discussões ricas em temas como empatia, expressão de sentimentos, amizade e a importância do carinho, tornando-o um excelente recurso para o desenvolvimento socioemocional de crianças pequenas.

Neste artigo, você encontrará sugestões de atividades interativas, dicas para estimular a leitura crítica e a compreensão emocional, além de ideias para explorar a narrativa de uma maneira que envolva e inspire seus pequenos aprendizes.

Baita cursos

Tenha Acesso Ilimitado aos Conteúdos da Educação Infantil: Seja Assinante do Site!

Assine Agora por Apenas:

R$ 12,00 ao Ano

Desde a concepção de atividades manuais que permitam às crianças expressarem o que sentiram ao ouvir a história até jogos que incentivem a cooperação e a compreensão mútua entre os colegas, nosso guia está repleto de recursos para fazer de sua aula sobre “Douglas Quer um Abraço” um momento memorável e significativo na jornada educativa das crianças.

Seja você um educador experiente procurando renovar seu repertório de atividades ou um pai em busca de formas de enriquecer o tempo de aprendizado em casa, este artigo oferece um caminho repleto de abraços, aprendizados e momentos mágicos que, com certeza, tocarão o coração de cada criança.

Prepare-se para embarcar em uma jornada de ensinamentos e afetos com “Douglas Quer um Abraço” e transforme sua sala de aula ou o quarto das crianças em um espaço de conexão emocional profunda e alegria compartilhada.

Uma sala de aula colorida com um grande livro intitulado "Douglas Quer um Abraço" na mesa do professor. Giz de cera, papel e materiais para artesanato são distribuídos para os alunos usarem

“Douglas quer um abraço” é um livro infantil escrito por David Melling que conta a história de um pequeno urso chamado Douglas que está procurando o abraço perfeito.

O livro é uma ótima opção para trabalhar com alunos da educação infantil, pois aborda temas importantes como a importância da amizade e do afeto.

Além disso, o livro pode ser utilizado como uma ferramenta para ensinar habilidades de leitura e escrita para os alunos.

Neste artigo, serão apresentados alguns passos para ajudar os professores a planejar uma aula sobre o livro “Douglas quer um abraço” de acordo com a BNCC.

Baita cursos

Milhares de Professores já estão desfrutando dos benefícios de nossa assinatura: Seja Assinante do Site!

Assine Agora por Apenas:

R$ 12,00 ao Ano

Serão discutidos tópicos como objetivos de aprendizagem, estratégias de ensino e avaliação.

Com essas informações, os professores poderão criar um plano de aula que seja relevante e eficaz para seus alunos da educação infantil.

Entendendo o Livro “Douglas Quer um Abraço”

Uma sala de aula colorida com crianças sentadas em roda, segurando o livro "Douglas Quer um Abraço" enquanto a professora lê em voz alta. Um cantinho de leitura aconchegante com almofadas e bichos de pelúcia contribuem para o ambiente convidativo

“Douglas Quer um Abraço” é um livro infantil escrito por David Melling. Ele conta a história de um pequeno urso chamado Douglas que está procurando o abraço perfeito.

O livro é uma excelente escolha para professores da educação infantil, pois ajuda a desenvolver habilidades importantes nas crianças, como a empatia e a capacidade de identificar e lidar com emoções.

De acordo com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), a educação infantil deve promover o desenvolvimento integral das crianças, considerando os aspectos físicos, emocionais, sociais e cognitivos.

O livro “Douglas Quer um Abraço” é uma ferramenta importante para ajudar os alunos a desenvolver esses aspectos.

Ao trabalhar com o livro, é importante que o professor leve em consideração as habilidades e necessidades específicas de cada aluno.

É importante também que o professor faça uso de recursos pedagógicos adequados, como jogos, atividades de dramatização e desenhos.

O livro “Douglas Quer um Abraço” é uma excelente escolha para ajudar os alunos da educação infantil a desenvolver habilidades importantes.

Ele é uma ferramenta valiosa para ajudar os alunos a entender e lidar com suas emoções, além de desenvolver a empatia e a capacidade de se colocar no lugar do outro.

Objetivos do Plano de Aula

Uma sala de aula colorida com um canto de leitura aconchegante, repleto de livros ilustrados coloridos e assentos macios. Uma professora segura "Douglas Quer Um Abraço" enquanto um grupo de crianças ouve ansiosamente

O objetivo deste plano de aula é desenvolver habilidades socioemocionais e de leitura e interpretação de texto em alunos da Educação Infantil, conforme a BNCC.

O livro escolhido para este plano de aula é “Douglas quer um abraço”, que trata de temas como amizade, empatia e respeito.

Desenvolvimento Socioemocional

O desenvolvimento socioemocional é uma das competências previstas pela BNCC para a Educação Infantil.

Este plano de aula tem como objetivo trabalhar a empatia e a capacidade de se colocar no lugar do outro, além de estimular a amizade e o respeito entre os alunos.

Para isso, serão realizadas atividades em grupo que incentivem a colaboração e a troca de ideias.

Leitura e Interpretação

Outro objetivo deste plano de aula é desenvolver habilidades de leitura e interpretação de texto nos alunos.

Serão realizadas atividades que estimulem a leitura em voz alta e a compreensão do enredo da história.

Além disso, serão exploradas as ilustrações do livro para que os alunos possam fazer conexões entre o texto e as imagens.

Para alcançar esses objetivos, serão realizadas atividades como roda de conversa, dramatização da história, produção de desenhos e escrita de pequenos textos.

O professor também poderá utilizar recursos audiovisuais para enriquecer a experiência dos alunos.

Aqui estão outros exemplos de objetivos gerais e específicos que podem ser incorporados:

Objetivos Gerais

  1. Promover a empatia e o entendimento sobre a importância do afeto e do carinho nas relações interpessoais entre as crianças.
  • Este objetivo visa desenvolver a capacidade das crianças de se colocarem no lugar do outro, entendendo e valorizando o poder do toque afetivo, como o abraço, na construção de relações saudáveis e empáticas.
  1. Desenvolver habilidades de expressão emocional e comunicação entre as crianças.
  • Focando na importância de expressar sentimentos de maneira saudável e na capacidade de comunicar suas emoções aos outros, tanto verbalmente quanto através de expressões corporais e artísticas.
  1. Fomentar a criação de um ambiente escolar acolhedor, onde todas as crianças se sintam seguras para expressar seus sentimentos e necessidades.
  • Este objetivo busca criar uma atmosfera de aceitação e compreensão mútua, onde os sentimentos são respeitados e as crianças se sentem parte de uma comunidade cuidadosa.

Objetivos Específicos

  1. Identificar e nomear diferentes sentimentos e emoções, utilizando o livro “Douglas Quer um Abraço” como ponto de partida.
  • Através da história, as crianças aprenderão a reconhecer e nomear sentimentos, como felicidade, tristeza, solidão e alegria, melhorando sua inteligência emocional.
  1. Explorar a linguagem corporal e a expressão não verbal como meios de comunicação dos sentimentos.
  • As crianças serão incentivadas a perceber como o corpo pode expressar sentimentos e como entender essas expressões nos outros, através de atividades de dramatização e expressão corporal.
  1. Realizar atividades artísticas que permitam às crianças expressar seus sentimentos e reflexões sobre a história de Douglas.
  • Utilizando desenho, pintura, colagem ou outras formas de arte, as crianças poderão manifestar criativamente o que entenderam e sentiram com a história.
  1. Promover ações de empatia e solidariedade no grupo, incentivando as crianças a se apoiarem mutuamente.
  • Por meio de dinâmicas de grupo e atividades cooperativas, as crianças serão estimuladas a praticar a empatia, oferecendo apoio e compreensão aos colegas.
  1. Estimular o desenvolvimento da linguagem oral, através de discussões em grupo e recontagem da história.
  • As crianças serão encorajadas a compartilhar suas ideias e sentimentos sobre a história em grupo, praticando suas habilidades de fala e escuta ativa.

Incorporar estes objetivos ao plano de aula ajudará a criar uma experiência de aprendizado rica e multidimensional para as crianças, centrada no desenvolvimento emocional e social, bem como nas habilidades de comunicação e expressão.

Conformidade com a BNCC

Uma sala de aula com decorações coloridas e um aconchegante cantinho de leitura. Uma professora segura um livro intitulado "Douglas quer um abraço", enquanto um grupo de alunos da pré-escola ouve atentamente

O Plano de Aula sobre o livro “Douglas quer um abraço” para alunos da Educação Infantil deve estar em conformidade com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que estabelece os objetivos de aprendizagem para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental.

Competências Gerais

O Plano de Aula deve contemplar as Competências Gerais da BNCC, que são as habilidades e atitudes que os alunos devem desenvolver ao longo da sua formação.

As competências gerais da BNCC para a Educação Infantil são:

  1. Conviver: agir de maneira respeitosa e cooperativa com os outros, valorizando a diversidade de indivíduos e de grupos sociais.
  2. Brincar: explorar e conhecer o mundo por meio da cultura lúdica, do movimento, da gestualidade, do olhar, do tato, do paladar e do olfato.
  3. Participar: participar ativamente, com interesse e curiosidade, de situações de aprendizagem diversificadas, que envolvem a cultura escrita, o conhecimento matemático, as linguagens artísticas, as ciências naturais e sociais.
  4. Expressar: expressar-se livremente por meio de diferentes linguagens, como as artes, a música, a dança, a literatura e a oralidade.
  5. Conhecer-se: conhecer-se e construir sua identidade pessoal, social e cultural, constituindo uma imagem positiva de si e de seus grupos de pertencimento.
  6. Cuidar: cuidar de si, dos outros e do ambiente em que vivem, reconhecendo suas interdependências.

Campos de Experiência

O Plano de Aula também deve contemplar os Campos de Experiência da BNCC, que são as áreas de conhecimento que os alunos devem desenvolver na Educação Infantil.

Os Campos de Experiência da BNCC para a Educação Infantil são:

  1. O eu, o outro e o nós: desenvolvimento pessoal, social e cultural.
  2. Corpo, gestos e movimentos: desenvolvimento motor e corporal.
  3. Traços, sons, cores e formas: desenvolvimento artístico e cultural.
  4. Escuta, fala, pensamento e imaginação: desenvolvimento linguístico e cognitivo.
  5. Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações: desenvolvimento lógico-matemático e científico.
  6. Natureza e sociedade: desenvolvimento socioambiental e cultural.

Estruturação do Plano de Aula

Uma sala de aula colorida com um professor escrevendo um plano de aula em um quadro, rodeado de livros e materiais educativos para crianças pequenas

Ao planejar uma aula sobre o livro “Douglas Quer um Abraço” para alunos da Educação Infantil, é fundamental seguir as diretrizes da BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

Para isso, o professor deve ter em mente os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento que devem ser alcançados pelos alunos.

Abertura

Na abertura da aula, o professor pode apresentar o livro para os alunos e fazer uma breve introdução sobre a história e os personagens.

É importante que os alunos se sintam motivados e interessados em participar da aula, por isso, o professor pode utilizar recursos visuais, como imagens ou vídeos, para chamar a atenção dos alunos.

Técnicas de contação de histórias podem ser empregadas para cativar ainda mais a atenção.

Desenvolvimento

No desenvolvimento da aula, o professor pode propor atividades que estimulem a imaginação e a criatividade dos alunos. Por exemplo, pedir que eles desenhem um dos personagens do livro ou que criem uma história a partir da história original.

Além disso, é importante que o professor faça perguntas que estimulem a reflexão dos alunos. Por exemplo, “O que vocês acharam da história?” ou “Qual foi a parte que vocês mais gostaram?”.

Para garantir que os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento da BNCC sejam alcançados, o professor pode utilizar tabelas ou listas para organizar as atividades que serão desenvolvidas durante a aula.

Dessa forma, é possível garantir que todos os aspectos importantes sejam abordados.

Fechamento

No fechamento da aula, o professor pode propor uma atividade que envolva a síntese do que foi aprendido durante a aula. Por exemplo, o professor pode pedir que os alunos criem um pequeno livro com a história que eles criaram durante a aula.

Além disso, é importante que o professor faça uma avaliação dos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento que foram alcançados durante a aula.

Atividades Práticas

Uma sala de aula com materiais coloridos e um livro intitulado "Douglas quer um abraço" na mesa de um professor, cercado por alunos ansiosos da pré-escola

Para que os alunos da Educação Infantil possam ter uma experiência completa e enriquecedora com o livro “Douglas Quer um Abraço”, é preciso que o plano de aula inclua atividades práticas que permitam a exploração da obra de diferentes maneiras.

Atividades de Leitura

Uma das atividades que pode ser desenvolvida é a leitura em voz alta do livro, com a participação dos alunos.

O educador pode estimular a interação das crianças com a história, fazendo perguntas sobre os personagens, as emoções que eles sentem, os cenários em que a história se passa, entre outros aspectos.

Além disso, é possível propor atividades de interpretação de texto, como pedir que os alunos descrevam o que aconteceu em determinada parte da história ou que identifiquem as características dos personagens.

Atividades de Arte

Outra possibilidade é incentivar a criatividade dos alunos por meio de atividades de arte relacionadas ao livro.

Por exemplo, é possível pedir que as crianças desenhem os personagens da história ou criem um cenário para a história utilizando diferentes materiais, como papel, tinta, lápis de cor, entre outros.

Também é interessante propiciar momentos de exploração sensorial, como pedir que os alunos criem uma textura que represente o abraço do personagem Douglas.

Jogos e Brincadeiras

Por fim, é importante incluir atividades lúdicas no plano de aula, como jogos e brincadeiras que estejam relacionados ao livro.

Por exemplo, é possível criar um jogo da memória com imagens dos personagens ou um quebra-cabeça com a capa do livro.

Também é interessante propor brincadeiras que estimulem a empatia e o afeto entre os alunos, como a brincadeira do abraço.

Ao incluir atividades práticas no plano de aula sobre o livro “Douglas Quer um Abraço”, os alunos da Educação Infantil têm a oportunidade de se envolverem com a história de maneira mais significativa e de desenvolverem habilidades importantes, como a criatividade, a empatia e a interpretação de texto.

Avaliação e Feedback

Uma sala de aula com decorações coloridas e um aconchegante cantinho de leitura. As crianças sentam-se atentamente enquanto a professora lê "Douglas quer um abraço". Um gráfico com emoções e uma caixa de feedback são exibidos

A avaliação é uma parte fundamental do processo de ensino-aprendizagem na educação infantil. É importante que os educadores avaliem o progresso dos alunos para identificar áreas que precisam de mais atenção e desenvolvimento.

A avaliação também permite que os educadores saibam se os alunos estão alcançando os objetivos de aprendizagem estabelecidos no plano de aula.

Durante o processo de avaliação, os educadores podem usar uma variedade de ferramentas, como observação, registro de atividades, trabalhos em grupo, apresentações orais, entre outros.

É recomendável que a avaliação seja contínua e não apenas no final do plano de aula.

Além disso, o feedback é uma parte importante da avaliação. Ele permite que os educadores forneçam aos alunos informações sobre seu desempenho e os incentive a melhorar.

O feedback pode ser positivo ou construtivo, mas sempre deve ser claro e específico. Os educadores também devem incentivar os alunos a dar feedback uns aos outros, o que pode ajudá-los a desenvolver habilidades de comunicação e colaboração.

Recursos e Materiais Didáticos

Uma sala de aula colorida com um grande livro de "Douglas Quer Um Abraço" na mesa de um professor, rodeado de materiais didáticos e recursos para jovens estudantes

Para a realização do plano de aula sobre o livro “Douglas quer um abraço”, é necessário selecionar os recursos e materiais didáticos adequados para os alunos da educação infantil.

Entre os recursos que podem ser utilizados, destacam-se:

  • Livro “Douglas quer um abraço”: Essa obra deve ser o ponto de partida para a realização do plano de aula. É importante que os alunos tenham acesso ao livro e possam manuseá-lo durante a atividade.
  • Quadro branco ou lousa: O uso de um quadro branco ou lousa é importante para a realização de atividades em grupo, para a escrita de palavras-chave e para a exposição das ideias dos alunos.
  • Cartazes e figuras: Os cartazes e figuras são recursos visuais que podem auxiliar na compreensão da história e no desenvolvimento da criatividade dos alunos.
  • Materiais para desenho e pintura: Os materiais para desenho e pintura são importantes para a realização de atividades artísticas relacionadas à história, como a criação de ilustrações ou a pintura de personagens.
  • Jogos educativos: Os jogos educativos podem ser utilizados para a fixação dos conceitos trabalhados na história e para o desenvolvimento da coordenação motora e da socialização dos alunos.

Ao utilizar esses recursos e materiais didáticos, o professor poderá desenvolver atividades lúdicas e interativas que estimulem a criatividade, a imaginação e o aprendizado dos alunos da educação infantil, conforme a BNCC.

Dicas para a Aula

Uma sala de aula com decorações coloridas e um aconchegante cantinho de leitura. Uma professora segura o livro “Douglas quer um abraço” enquanto conversa com um grupo de entusiasmados alunos da pré-escola

A seguir, apresentamos algumas dicas para elaborar um plano de aula que contemple os objetivos da BNCC e desperte o interesse dos alunos:

Conheça o Livro

Antes de planejar a aula, é importante ler o livro “Douglas Quer um Abraço” e entender a sua mensagem.

“Douglas Quer um Abraço” é um livro infantil encantador que conta a história de um urso chamado Douglas que está em busca de algo muito especial: um abraço.

Identifique as Competências e Habilidades da BNCC

Para planejar uma aula eficiente, é importante identificar as competências e habilidades da BNCC que serão trabalhadas na atividade.

Elabore Atividades Lúdicas

As crianças da Educação Infantil aprendem melhor através de atividades lúdicas e brincadeiras. Por isso, é importante elaborar atividades que sejam divertidas e que estimulem a imaginação dos alunos.

Algumas sugestões de atividades são:

  • Dramatização da história: os alunos podem encenar a história do livro, interpretando os personagens e criando um final diferente.
  • Confecção de cartazes: os alunos podem criar cartazes com desenhos e frases relacionadas à história do livro.
  • Roda de conversa: os alunos podem discutir sobre a importância dos abraços e como eles fazem as pessoas se sentirem bem.

Adaptações para Diversas Faixas Etárias

O livro “Douglas quer um abraço” é uma história que pode ser adaptada para diversas faixas etárias da Educação Infantil, conforme a BNCC.

Para crianças de 0 a 3 anos, é importante que o professor faça a leitura de forma lenta e pausada, destacando as ilustrações e as expressões faciais dos personagens.

Além disso, pode-se utilizar recursos como fantoches, bonecos e objetos que representem os personagens da história para tornar a leitura mais interativa e atrativa.

Já para crianças de 4 a 5 anos, é possível explorar a história de forma mais profunda, estimulando a reflexão sobre os sentimentos dos personagens e sobre a importância do afeto e do carinho nas relações interpessoais.

O professor pode propor atividades que envolvam a dramatização da história, a criação de desenhos e pinturas sobre o tema, além de brincadeiras que estimulem a empatia e a cooperação entre os alunos.

Para crianças de 6 anos, é possível trabalhar a história de forma mais ampla, explorando temas como a diversidade cultural, a inclusão social e a importância da amizade e do respeito ao próximo.

O professor pode propor atividades que envolvam a pesquisa sobre as diferentes culturas presentes na história, a criação de textos e poemas sobre o tema, além de debates e rodas de conversa que estimulem a reflexão crítica sobre as relações humanas.

Com base nas diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a Educação Infantil, apresentamos um Plano de Aula completo para o tema “Livro ‘Douglas Quer um Abraço'”, destinado a alunos da pré-escola.

Este plano foi elaborado considerando os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento, os direitos de aprendizagem, os campos de experiência, e segue uma metodologia que visa engajar as crianças de maneira lúdica e significativa.

TÓPICODESCRIÇÃO
OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOSDesenvolver a empatia, o respeito pelas diferenças e a expressão de sentimentos e emoções por meio da história “Douglas Quer um Abraço”. Específicos: Promover a interação social, estimular a expressão artística e fomentar a compreensão e valorização da leitura.
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO(EI03EF01) Expressar ideias, desejos e sentimentos sobre suas vivências. (EI03CG01) Criar com o corpo formas diversificadas de expressão de sentimentos.
DIREITOS DE APRENDIZAGEMConviver, brincar, participar, explorar, expressar-se e conhecer-se.
CAMPOS DE EXPERIÊNCIAO eu, o outro e o nós; Corpo, gestos e movimentos; Traços, sons, cores e formas; Escuta, fala, pensamento e imaginação.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICOLeitura e discussão do livro “Douglas Quer um Abraço”; Atividades de expressão corporal e artística; Reflexão sobre sentimentos e amizade.
METODOLOGIA PEDAGÓGICAMetodologia ativa, com ênfase na participação das crianças, explorando atividades lúdicas, discussões em grupo e reflexões guiadas pelo professor.
ATIVIDADESLeitura compartilhada do livro. Discussão guiada sobre a história e seus personagens. Atividade artística: Criação de um mural de abraços. Brincadeira: “Caça ao tesouro do abraço”, onde cada criança encontra um par para compartilhar um abraço.
RECURSOS DIDÁTICOSLivro “Douglas Quer um Abraço”, materiais de arte (papel, giz de cera, tintas), música para atividade de expressão corporal.
METODOLOGIA DE AVALIAÇÃOObservação participante para avaliar o engajamento, a expressão de sentimentos e a interação social durante as atividades. Não se busca avaliação quantitativa, mas qualitativa das participações.
CRONOGRAMA DE AULASDuas aulas de 50 minutos. Primeira aula: Leitura e discussão. Segunda aula: Atividades artística e de expressão corporal.

A implementação deste plano de aula para explorar o tema “Douglas Quer um Abraço” na Educação Infantil deve ser realizada com cuidado e atenção aos detalhes para garantir uma experiência de aprendizagem rica e significativa para as crianças.

Aqui está um passo a passo detalhado para o professor:

Preparação:

  1. Leitura Prévia do Livro: Antes de tudo, leia o livro “Douglas Quer um Abraço” várias vezes para familiarizar-se completamente com a história, personagens e temas.
  2. Planejamento do Espaço: Organize a sala de aula de maneira que promova uma atmosfera acolhedora. Pode ser um círculo de tapetes ou almofadas onde as crianças possam se sentar confortavelmente para a leitura.
  3. Preparação dos Materiais: Prepare todos os materiais necessários para as atividades, incluindo papel, tintas, giz de cera, materiais para o mural de abraços, e qualquer outro recurso didático relacionado à história.
  4. Seleção de Músicas: Escolha músicas suaves para tocar de fundo durante as atividades de arte, ajudando a criar um ambiente calmo e concentrado.

Introdução:

  1. Apresentação do Tema: Inicie a aula apresentando o livro “Douglas Quer um Abraço”, falando brevemente sobre o que trata a história sem revelar muitos detalhes. Explique os objetivos da aula, enfatizando a importância de expressar sentimentos e a valorização da amizade e do carinho.

Desenvolvimento:

  1. Leitura Compartilhada: Leia o livro para a turma, mostrando as ilustrações e envolvendo as crianças com perguntas sobre o que observam e como acham que o Douglas se sente em diferentes partes da história.
  2. Discussão Guiada: Após a leitura, conduza uma discussão sobre os sentimentos de Douglas, os diferentes tipos de abraços e como um abraço pode fazer alguém se sentir amado e seguro. Encoraje as crianças a compartilhar experiências pessoais relacionadas ao tema.
  3. Atividade Artística – Mural dos Abraços: Distribua os materiais e proponha que cada criança crie uma peça de arte que represente o que sentiram durante a história. Após a conclusão, ajude-as a montar um mural com todas as peças.
  4. Brincadeira – Caça ao Tesouro do Abraço: Organize uma atividade lúdica onde as crianças possam buscar cartões escondidos pela sala, cada um com uma imagem ou palavra relacionada à história. Ao encontrar um cartão, a criança deve encontrar um par para compartilhar um abraço simbólico (respeitando as diretrizes de contato físico apropriadas).

Conclusão:

  1. Reflexão Coletiva: Reúna as crianças e discuta as atividades do dia. Pergunte como se sentiram ao dar e receber um “abraço”, mesmo que simbólico, e o que aprenderam sobre expressar carinho.
  2. Avaliação e Feedback: Avalie o processo observando a participação, o engajamento e as expressões das crianças durante as atividades. Dê feedback positivo, enfatizando a importância dos sentimentos e do respeito mútuo.

Pós-Aula:

  1. Documentação: Faça registros fotográficos e anotações sobre o desenvolvimento da aula, os trabalhos das crianças e as interações observadas. Isso será útil para avaliações futuras e como memória do aprendizado realizado.
  2. Comunicação com Famílias: Prepare um breve resumo ou um boletim informativo sobre a aula, incluindo fotos do mural de abraços, para compartilhar com as famílias, promovendo assim a continuidade do diálogo sobre os temas tratados em casa.

Este passo a passo oferece um roteiro detalhado para o professor implementar o plano de aula de forma eficaz, promovendo um ambiente de aprendizagem rico em empatia, expressão emocional e valorização das relações interpessoais.

Para enriquecer o plano de aula com o tema “Douglas Quer um Abraço”, atividades complementares podem ser implementadas para aprofundar os conceitos de empatia, amizade, expressão de sentimentos e o valor do afeto. Aqui estão algumas sugestões:

1. Rodízio de Histórias sobre Amizade

  • Objetivo: Ampliar o repertório literário das crianças sobre amizade e carinho.
  • Descrição: Organize uma semana de leitura, onde cada dia uma história diferente sobre amizade seja contada. As crianças podem trazer de casa seus livros favoritos sobre o tema para serem lidos em grupo.

2. Oficina de Cartões de Abraço

  • Objetivo: Estimular a expressão de carinho e gratidão através de atividades manuais.
  • Descrição: Forneça materiais diversos para que as crianças confeccionem cartões para alguém especial, expressando o que sentem e por que gostariam de dar um abraço naquela pessoa. Os cartões podem ser decorados com desenhos, colagens e até pequenas mensagens.

3. Árvore dos Sentimentos

  • Objetivo: Promover a identificação e expressão de diferentes sentimentos.
  • Descrição: Crie uma grande árvore no mural da sala com várias folhas em branco penduradas. As crianças são convidadas a desenhar ou escrever em uma folha sobre um sentimento que experimentaram e pendurá-la na árvore.

4. Dramatização de Histórias

  • Objetivo: Encorajar a expressão corporal e a interpretação de sentimentos e histórias.
  • Descrição: Proponha a dramatização da história “Douglas Quer um Abraço” ou de outras histórias sobre amizade. As crianças podem escolher os personagens que querem representar e, com a ajuda do professor, atuar para os colegas.

5. Jogo da Empatia

  • Objetivo: Desenvolver habilidades de empatia e compreensão do ponto de vista do outro.
  • Descrição: Organize um jogo em que as crianças precisam adivinhar sentimentos ou situações a partir de dicas dadas por colegas. Por exemplo, uma criança atua mostrando um sentimento sem falar, e as outras tentam adivinhar qual é.

6. Cantinho da Calma

  • Objetivo: Criar um espaço para as crianças refletirem sobre seus sentimentos e se acalmarem.
  • Descrição: Prepare um cantinho na sala com almofadas, livros sobre emoções e materiais de desenho, onde as crianças possam ir quando se sentirem tristes ou frustradas. Elas podem desenhar o que estão sentindo ou simplesmente relaxar.

7. Círculo de Compartilhamento

  • Objetivo: Incentivar a escuta ativa e o compartilhamento de experiências pessoais sobre amizade.
  • Descrição: Organize um momento na rotina semanal para um círculo de compartilhamento, onde as crianças podem falar sobre suas amizades, como resolveram conflitos ou momentos especiais com amigos.

8. Diário dos Sentimentos

  • Objetivo: Fomentar a autoexpressão e o autoconhecimento através da escrita ou do desenho.
  • Descrição: Forneça para cada criança um pequeno caderno para ser o seu “Diário dos Sentimentos”, onde poderão registrar, através de desenhos ou palavras, como se sentiram durante o dia e por quê.

Incorporar atividades complementares como estas ao plano de aula não apenas enriquece a experiência educativa, mas também ajuda a construir uma comunidade escolar mais empática, solidária e expressiva.

Perguntas Frequentes

Quais atividades lúdicas podem ser aplicadas para explorar o tema do livro “Douglas quer um abraço” na educação infantil?

Existem diversas atividades lúdicas que podem ser aplicadas para explorar o tema do livro “Douglas quer um abraço” na educação infantil.

Uma delas é a dramatização da história, na qual as crianças podem interpretar os personagens e criar diálogos para recontar a história.

Outra atividade é a confecção de cartões de abraço, na qual as crianças podem desenhar e escrever mensagens de carinho para seus colegas.

Além disso, é possível realizar a leitura do livro em voz alta e promover uma roda de conversa para discutir os sentimentos e emoções presentes na história.

Como posso integrar o livro “Douglas quer um abraço” em um plano de aula que atenda aos objetivos da BNCC?

Para integrar o livro “Douglas quer um abraço” em um plano de aula que atenda aos objetivos da BNCC, é importante considerar as competências e habilidades previstas na Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil.

Uma sugestão é utilizar o livro como ponto de partida para trabalhar os eixos de convivência e interação social, identidade e autonomia, e movimento, corpo e saúde.

É possível, por exemplo, realizar atividades que incentivem a expressão de emoções, o respeito às diferenças e a valorização do afeto e do cuidado com o outro.

De que forma o livro “Douglas quer um abraço” pode ser utilizado para ensinar sobre emoções e sentimentos na educação infantil?

O livro “Douglas quer um abraço” pode ser utilizado como uma ferramenta pedagógica para ensinar sobre emoções e sentimentos na educação infantil.

A história retrata a importância do afeto e do carinho na relação entre as pessoas, e pode ser explorada para trabalhar a empatia, a solidariedade e a compaixão.

Além disso, é possível utilizar o livro como ponto de partida para discutir as diferentes emoções e sentimentos que as crianças experimentam no dia a dia, e como lidar com elas de forma saudável e construtiva.

Quais são os principais objetivos ao trabalhar o conceito de afeto e abraço com crianças na educação infantil?

Ao trabalhar o conceito de afeto e abraço com crianças na educação infantil, os principais objetivos são promover o desenvolvimento socioemocional das crianças, incentivar a expressão de emoções e sentimentos, fortalecer os vínculos afetivos entre as crianças e entre as crianças e os adultos, e desenvolver a capacidade de cuidado e respeito com o outro.

Além disso, ao trabalhar esses conceitos, as crianças podem aprender sobre valores como a solidariedade, a empatia e a compaixão, que são fundamentais para a formação de cidadãos mais conscientes e responsáveis.

Como desenvolver atividades de pintura e colorir baseadas no livro “Douglas quer um abraço” para o desenvolvimento infantil?

Para desenvolver atividades de pintura e colorir baseadas no livro “Douglas quer um abraço” para o desenvolvimento infantil, é possível utilizar imagens relacionadas à história, como o desenho do personagem Douglas ou de outros elementos presentes na história.

As crianças podem colorir as imagens utilizando diferentes técnicas, como lápis de cor, giz de cera ou tinta guache.

Além disso, é possível incentivar a criatividade das crianças, propondo que elas criem seus próprios desenhos inspirados na história.

Quais estratégias podem ser utilizadas para criar uma dinâmica de grupo inspirada no livro “Douglas quer um abraço”?

Para criar uma dinâmica de grupo inspirada no livro “Douglas quer um abraço”, é possível utilizar atividades que promovam a interação e o trabalho em equipe. Algumas opções são jogos cooperativos, brincadeiras de roda e atividades de dramatização.

Além disso, é importante incentivar a expressão de emoções e sentimentos. Assim, você cria um ambiente acolhedor e seguro para as crianças compartilharem.

5/5 - (1 vote)
Compartilhe este Post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Exclusivo para Assinantes. Seja ASSINANTE para Ter Acesso Integral:

check boxPlanos de Aula para Educação Infantil;
check boxIdeias e Dicas de Atividades;
check boxPasso a Passo de Aulas;
check boxFerramentas Inteligentes;

Atenção! Somente Hoje: Assine e Ganhe 1000 Atividades para Imprimir!👇

Seja ASSINANTE e Tenha Acesso Integral:

check boxPlanos de Aula para Educação Infantil;
check boxIdeias e Dicas de Atividades;

check boxPasso a Passo de Aulas;
check boxFerramentas Inteligentes;

Atenção! Somente Hoje: Assine e Ganhe 1000 Atividades para Imprimir!👇