Pular para o conteúdo
Início » Artigos do Blog » Plano de Aula Números por Extenso para o 2º ano, conforme BNCC

Plano de Aula Números por Extenso para o 2º ano, conforme BNCC

Atividades para Imprimir - Anúncio

Neste artigo, mergulharemos em um plano de aula meticulosamente elaborado, alinhado com os princípios da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), para desvendar os segredos da escrita dos números de forma envolvente e educativa. Veremos na prática como fazer um plano de aula sobre a escrita dos números por extenso para alunos do 2º ano do ensino fundamental.

Atividades para Imprimir - Anúncio
jogos pedagógicos

A BNCC delineia os pilares essenciais para uma educação de qualidade, e dominar os números por extenso é uma habilidade fundamental no desenvolvimento matemático dos alunos.

Por isso, este artigo não apenas oferece uma abordagem abrangente para ensinar essa competência, mas também garante que cada momento em sala de aula seja uma experiência enriquecedora e inspiradora para os pequenos aprendizes.

Prepare-se para explorar estratégias didáticas inovadoras, atividades interativas e recursos educacionais envolventes que cativarão a atenção dos alunos e os levarão a dominar os números por extenso de forma lúdica e memorável.

É hora de transformar a sala de aula em um ambiente vibrante de descobertas matemáticas, onde cada numeral escrito por extenso é um convite para explorar o mundo dos números com entusiasmo e confiança.

A hora é essa!

Atividades para Imprimir - Anúncio

ATIVIDADES PARA IMPRIMIR
Compre, Imprima e Aplique!

ATIVIDADEAMOSTRAGANHE:
Berçário e MaternalVerBônus Exclusivos!
Educação InfantilVerBônus Exclusivos!
Fundamental 1VerBônus Exclusivos!
Novo Ensino MédioVerBônus Exclusivos!
Ver Tabela Completa de Atividades

Confira ao final do artigo um Plano de aula Pronto para você usar como exemplo e adaptar livremente.

Uma sala de aula com cartazes coloridos e um quadro branco exibindo exemplos de escrita de números em palavras para alunos da 2ª série

Fazer um plano de aula é uma das tarefas mais importantes para os professores. É a partir dele, que as aulas serão organizadas e os objetivos de aprendizagem serão alcançados.

No caso do ensino de escrita de números por extenso para o 2º ano do ensino fundamental, é preciso que o professor planeje suas aulas de forma clara e objetiva. Ele deve considerar as habilidades e conhecimentos prévios dos alunos.

Atividades para Imprimir - Anúncio
atividades para alfabetização

O objetivo principal do plano de aula sobre escrita de números por extenso é ensinar aos alunos como escrever números por extenso, ou seja, em palavras.

Para isso, é preciso que o professor utilize diferentes estratégias de ensino. Algumas sugestões são a leitura de textos jornalísticos e a associação da escrita por extenso de números naturais com até três algarismos à sua representação numérica.

Além disso, o plano de aula deve incluir atividades práticas que possibilitem aos alunos a aplicação dos conhecimentos adquiridos em situações cotidianas, como o uso das operações de adição e subtração.

Dessa forma, é possível garantir que os alunos tenham um aprendizado significativo e possam utilizar os conhecimentos adquiridos no seu dia a dia.

Entendendo a Escrita Numérica

Uma cena de sala de aula com um quadro branco exibindo exemplos de números escritos por extenso, além de recursos visuais coloridos e atividades interativas para alunos da 2ª série

Importância da Escrita por Extenso

A escrita por extenso de números é uma habilidade fundamental que os alunos aprendem desde cedo. Ela é importante porque ajuda a desenvolver a compreensão dos valores posicionais dos números e a função do zero.

Além disso, a escrita por extenso é uma habilidade essencial para a vida cotidiana. Isso porque permite que as pessoas leiam e interpretem números em diversos contextos, como em documentos oficiais, recibos, faturas, entre outros.

Sistema de Numeração Decimal

A escrita por extenso de números está diretamente relacionada ao sistema de numeração decimal. Esse sistema é baseado em dez dígitos (0 a 9) e utiliza o valor posicional para representar números.

Isso significa que, dependendo da posição do dígito, ele pode representar unidades, dezenas, centenas, milhares, entre outros valores.

Atividades para Imprimir - Anúncio
atividades para educação especial

Por exemplo, o número 345 é composto por três centenas, quatro dezenas e cinco unidades. Já o número 2.345 é composto por duas unidades de milhar, três centenas, quatro dezenas e cinco unidades.

Os alunos precisam compreender esse sistema para que possam entender a escrita por extenso dos números.

Objetivos do Plano de Aula

Uma cena de sala de aula com números escritos no quadro, alunos praticando a escrita de números completos e um professor orientando a aula

Ao elaborar um plano de aula sobre escrita de números por extenso para o 2º ano, é de suma importância ter em mente os objetivos que se deseja alcançar.

Esses objetivos devem estar relacionados com as habilidades previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e com os objetivos específicos de aprendizagem que se espera que os alunos alcancem.

Habilidades BNCC Relacionadas

As habilidades da BNCC que estão relacionadas com o ensino de escrita de números por extenso para o 2º ano são:

  • Utilizar diferentes estratégias de contagem oral e escrita para representar quantidades;
  • Ler, escrever e comparar números de até três ordens;
  • Compreender os princípios de agrupamento e troca na base decimal;
  • Identificar e descrever regularidades nos sistemas de numeração;
  • Resolver situações-problema que envolvam adição e subtração de números naturais de até dois algarismos, com a ajuda de material manipulável e estratégias pessoais.

No plano de aula estes podem ser considerados os objetivos principais.

Atividades para Imprimir - Anúncio
atividades para datas comemorativas

Objetivos Específicos de Aprendizagem

Os objetivos específicos de aprendizagem que se espera que os alunos alcancem ao final do plano de aula sobre escrita de números por extenso para o 2º ano são:

  • Compreender o conceito de números por extenso;
  • Identificar os números por extenso de 0 a 100;
  • Escrever os números por extenso de 0 a 100;
  • Identificar e utilizar corretamente as unidades de medida de tempo (hora, minuto e segundo);
  • Resolver situações-problema que envolvam a escrita de números por extenso.

Esses objetivos devem ser alcançados por meio de atividades lúdicas, como jogos e brincadeiras, e de exercícios práticos que permitam aos alunos aplicar os conceitos aprendidos de forma significativa.

O professor deve estar atento às dificuldades de cada aluno e buscar estratégias para ajudá-los a superá-las.

Metodologia de Ensino

Uma cena de sala de aula com um quadro branco exibindo um plano de aula sobre como escrever números por extenso, cercado por materiais educativos coloridos para alunos da 2ª série

Abordagem Inicial e Contextualização

Para introduzir a escrita de números por extenso para os alunos do 2º ano, é importante contextualizar o tema e mostrar sua relevância no dia a dia.

O Educador pode utilizar exemplos do cotidiano, como a escrita de datas, preços e medidas, para demonstrar a importância da habilidade.

Aqui estão alguns outros exemplos do cotidiano onde os números por extenso são comumente utilizados, o que pode ajudar a contextualizar para os alunos do 2º ano:

  1. Idade: Ao descrever a idade de alguém, como “cinco anos”, “oito anos”, etc.
  2. Datas: Escrever datas por extenso, como “vinte de março de dois mil e vinte e quatro”.
  3. Horário: Em alguns contextos formais, como convites ou cartões, pode-se encontrar horários escritos por extenso, como “dez horas e trinta minutos”.
  4. Quantidades em Palavras: Em textos literários, poesias ou até mesmo em histórias infantis, os números por extenso são frequentemente utilizados para representar quantidades, como “três ursos”, “seis patinhos”, entre outros.
  5. Dinheiro: Em cheques ou documentos formais, os valores monetários são escritos por extenso, como “duzentos reais”, “cinquenta e cinco reais e cinquenta centavos”.

Ao explorar esses exemplos do dia a dia, os alunos podem entender como os números por extenso são aplicados em situações reais e perceber a importância de dominar essa habilidade básica de escrita numérica.

Desenvolvimento das Atividades

Para o desenvolvimento das atividades, o professor pode utilizar recursos como jogos, atividades impressas e materiais manipuláveis, que ajudem a tornar o aprendizado mais lúdico e interativo.

É importante que as atividades sejam adequadas à faixa etária dos alunos e que permitam a prática da escrita de números por extenso de forma gradual e progressiva.

Durante as atividades, o professor deve estar atento às dificuldades individuais dos alunos e oferecer suporte e orientação sempre que necessário.

Além disso, é importante estimular a participação ativa dos alunos, incentivando a troca de ideias e o trabalho em grupo.

Sugestão de Atividades

Aqui estão algumas atividades lúdicas que podem ser desenvolvidas com alunos do 2º ano, utilizando o contexto dos números por extenso:

  1. Caça aos Números: Esconda cartões com números por extenso ao redor da sala de aula ou do pátio da escola. Os alunos devem procurar os cartões e, ao encontrá-los, ler em voz alta o número por extenso.
  2. Mercadinho da Sala de Aula: Monte um pequeno mercadinho na sala de aula com itens fictícios e preços variados. Os alunos podem praticar escrevendo os valores dos produtos por extenso em etiquetas e, em seguida, brincar de fazer compras, praticando a leitura e escrita dos números.
  3. Jogo da Memória Numérico: Crie um jogo da memória com pares de cartas, sendo que em uma carta está escrito o número e na outra o número por extenso. Os alunos devem encontrar os pares correspondentes, associando os números às suas representações por extenso.
  4. Construção de Palavras Numéricas: Utilize letras magnéticas ou cartões com letras para que os alunos possam construir as palavras correspondentes aos números por extenso. Por exemplo, para o número “vinte e cinco”, os alunos devem encontrar as letras corretas e montar a palavra.
  5. Calendário Interativo: Monte um calendário gigante na parede da sala de aula e convide os alunos a preencherem as datas de aniversário de seus colegas, escrevendo-as por extenso. Eles podem então discutir e praticar a escrita dos meses e dos números do dia.
  6. Criação de Histórias Numéricas: Peça aos alunos que criem histórias onde os números por extenso desempenham um papel importante. Eles podem usar personagens e situações do cotidiano, como datas de aniversário, idades de personagens, quantidades de objetos, entre outros.
  7. Corrida dos Números: Divida os alunos em equipes e espalhe cartões com números por extenso pelo ambiente. Ao sinal, um aluno de cada equipe deve correr para encontrar um cartão e voltar para sua equipe, lendo o número por extenso. A equipe que conseguir identificar corretamente o maior número de cartões vence.

Essas atividades não apenas reforçam a habilidade de ler e compreender números por extenso, mas também tornam o aprendizado divertido e envolvente para os alunos do 2º ano.

Fixação do Conteúdo

Para fixar o conteúdo, o professor pode utilizar atividades de revisão e avaliação, como jogos, quizzes e exercícios escritos.

É importante que essas atividades sejam diversificadas e adequadas ao nível de aprendizagem dos alunos, permitindo que eles apliquem o conhecimento adquirido de forma autônoma.

Recursos Didáticos

Uma sala de aula com cartazes coloridos e um quadro branco mostrando instruções passo a passo para escrever números completos para alunos da 2ª série

Ao planejar uma aula sobre escrita de números por extenso para o 2º ano, é importante escolher os recursos didáticos adequados para garantir que os alunos compreendam o conteúdo de maneira clara e objetiva.

Materiais para a Aula

Os materiais necessários para a aula incluem lápis, papel e caderno para que os alunos possam praticar a escrita dos números por extenso.

Também é possível utilizar recursos didáticos, como cartazes com exemplos de números por extenso, jogos educativos e livros infantis que abordem o tema.

Atividades de Leitura e Escrita

As atividades de leitura e escrita são essenciais para que os alunos desenvolvam habilidades de escrita de números por extenso.

Uma atividade interessante é pedir aos alunos que leiam números por extenso em voz alta e depois escrevam esses números em seus cadernos.

Outra atividade é pedir aos alunos que escrevam números por extenso em cartazes ou em jogos educativos.

Avaliação do Aprendizado

Uma sala de aula com cartazes coloridos nas paredes, um quadro branco com exemplos de números escritos por extenso e alunos participando ansiosamente de um exercício de escrita em suas carteiras

Critérios de Avaliação

Ao avaliar o aprendizado dos alunos em relação à escrita de números por extenso, o professor deve estabelecer critérios claros e objetivos.

Esses critérios devem levar em consideração a quantidade e a qualidade dos números escritos corretamente, bem como a ordenação e a comparação entre eles.

Uma sugestão de critérios para avaliação pode ser:

  • Quantidade: O aluno deve ser capaz de escrever corretamente pelo menos 80% dos números apresentados.
  • Qualidade: Os números escritos devem estar corretos em relação à ortografia e à concordância.
  • Ordenação: Os números devem ser escritos corretamente em ordem crescente ou decrescente, conforme solicitado.
  • Comparação: Os números devem ser escritos corretamente em relação a comparações, como “maior que” ou “menor que”.

Feedback para Alunos

Ao fornecer feedback aos alunos sobre sua avaliação, o professor precisar claro e objetivo em relação aos pontos fortes e fracos de cada um.

O feedback deve ser fornecido de forma construtiva e amigável, incentivando os alunos a melhorar seu desempenho.

Algumas sugestões de feedback podem ser:

  • Pontos fortes: Reconhecer os pontos fortes do aluno, como a quantidade de números escritos corretamente ou a qualidade da escrita.
  • Pontos a melhorar: Identificar os pontos que o aluno precisa melhorar, como a ordenação ou a comparação entre números.
  • Dicas para melhorar: Fornecer dicas e sugestões para ajudar o aluno a melhorar seu desempenho, como praticar mais em casa ou pedir ajuda ao professor.

Atividades Práticas

Sala de aula com alunos escrevendo os números por extenso, professor orientando a aula, cartazes coloridos nas paredes e carteiras dispostas em pequenos grupos

Para tornar o aprendizado da escrita numérica por extenso mais divertido e efetivo, existem diversas atividades práticas que podem ser realizadas em sala de aula.

Abaixo, são apresentadas algumas sugestões de atividades que podem ser utilizadas para alunos do 2º ano.

Exercícios de Escrita Numérica

Os exercícios de escrita numérica são uma maneira simples e efetiva de ensinar as crianças a escrever números por extenso.

Eles podem ser realizados em grupo ou individualmente, e consistem em exercícios impressos que apresentam números para que os alunos escrevam por extenso.

Para tornar esses exercícios mais interativos, é possível incluir desenhos ou figuras que correspondam ao número apresentado.

Além disso, é importante que os exercícios sejam organizados em ordem de centenas, para que os alunos possam praticar a escrita de números maiores.

Jogos e Brincadeiras Educativas

Os jogos e brincadeiras educativas são uma forma lúdica e divertida de ensinar a escrita numérica por extenso.

Eles podem ser realizados em pequenos grupos e incluem jogos de memória, jogos de cartas, jogos de tabuleiro, entre outros.

Um exemplo de jogo que pode ser utilizado é o jogo da memória numérica.

Nesse jogo, os alunos devem encontrar o par de cartas que correspondem a um número e sua escrita por extenso.

Jogo: “Caça aos Números Mágicos”

Objetivo: O objetivo do jogo é encontrar e decifrar os números mágicos escondidos pela sala de aula, escrevendo-os por extenso corretamente.

Materiais Necessários:

  • Cartões com números escritos numericamente (exemplo: 15, 23, 37, etc.).
  • Cartões com espaços em branco para escrever os números por extenso correspondentes.
  • Um chapéu de bruxo (opcional, para adicionar um toque mágico ao jogo).

Como Jogar:

  1. Preparação:
    • Esconda os cartões com os números escritos numericamente pela sala de aula. Eles podem estar embaixo de cadeiras, atrás de cortinas, dentro de livros, etc.
    • Distribua os cartões em branco e lápis para cada aluno.
  2. Início do Jogo:
    • Explique para os alunos que eles são aprendizes de bruxos e bruxas em busca dos números mágicos perdidos pela sala de aula.
    • Peça aos alunos que se levantem e comecem a procurar os cartões escondidos.
  3. Caça aos Números Mágicos:
    • Quando os alunos encontrarem um cartão com um número escrito numericamente, eles devem pegá-lo e correr de volta para suas mesas.
    • Em seguida, eles devem escrever o número por extenso no cartão em branco correspondente.
  4. Verificação:
    • Depois que todos os alunos tiverem encontrado e escrito seus números por extenso, faça uma revisão em grupo.
    • Verifique se os números por extenso estão corretos e forneça feedback aos alunos.
  5. Celebração:
    • Ao final do jogo, reúna os alunos e celebre o sucesso da caça aos números mágicos.
    • Você pode premiar os alunos com adesivos mágicos ou simplesmente elogiá-los pelo excelente trabalho.

Este jogo não apenas envolve os alunos em uma atividade divertida de caça ao tesouro, mas também os desafia a praticar a escrita numérica por extenso de uma forma emocionante e envolvente.

Referências e Materiais de Apoio

Uma sala de aula com cartazes coloridos nas paredes, um quadro branco com exemplos de números escritos e carteiras de alunos com lápis e papel

Para a elaboração de um plano de aula sobre escrita de números por extenso para o 2º ano, é fundamental que o professor tenha acesso a materiais de apoio e referências que possam auxiliá-lo no processo de ensino-aprendizagem.

Uma das referências mais importantes para a elaboração de atividades sobre escrita de números por extenso é a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Nesse documento, é possível encontrar as competências e habilidades que os alunos devem desenvolver em relação à escrita de números por extenso, bem como as orientações para o trabalho com o tema em sala de aula.

Além disso, é recomendável que o professor tenha acesso a materiais concretos que possam ajudar os alunos a compreender melhor o conceito de escrita de números por extenso.

Entre os materiais mais indicados estão o ábaco, o material dourado e outros materiais manipuláveis que possam auxiliar na contagem e na representação dos números.

Para o trabalho com a escrita de números por extenso, é importante que o professor tenha acesso a livros didáticos que apresentem atividades e exercícios sobre o tema.

Dicas para o Professor

Uma sala de aula com cartazes coloridos e um quadro branco exibindo exemplos de escrita de números em palavras para alunos da 2ª série

Ao planejar uma aula sobre escrita de números por extenso é necessário que o professor esteja preparado para lidar com alunos que estão em diferentes níveis de aprendizado.

Para isso, algumas dicas são essenciais para que o ambiente de aula seja adequado e estimulante para todos.

Preparação do Ambiente de Aula

O professor deve preparar o ambiente de aula de forma que ele seja acolhedor e seguro para os alunos.

Isso inclui a organização do espaço físico, a disposição dos materiais e a criação de um clima de respeito e cooperação entre os alunos.

Para a escrita de números por extenso, é importante que o professor disponha de materiais didáticos adequados, como cartazes, jogos e atividades lúdicas que estimulem o aprendizado dos alunos.

Além disso, o professor precisa estar preparado para tirar dúvidas e incentivar a participação dos alunos durante a aula.

Adaptações para Diferentes Níveis de Aprendizado

Ao planejar uma aula sobre escrita de números por extenso, o professor deve estar atento às diferentes habilidades e níveis de aprendizado dos alunos.

Algumas adaptações podem ser necessárias para que todos os alunos possam acompanhar a aula e aprender de forma efetiva.

Para os alunos que ainda têm dificuldades com a escrita de números, o professor pode utilizar materiais de apoio, como fichas com os números por extenso e atividades que estimulem a memorização.

Já para os alunos que estão mais avançados, o professor pode propor atividades mais desafiadoras, como jogos de tabuleiro e atividades de escrita criativa.

Plano de Aula Pronto

Use o plano de aula a seguir como exemplo didático. Adapte livremente com seus alunos.

Plano de Aula: Números por Extenso

1. Objetivos Gerais e Específicos:

  • Objetivo Geral: Compreender e utilizar os números por extenso até 100.
  • Objetivos Específicos:
    • Identificar os números de 1 a 100 por extenso.
    • Associar os números em algarismos aos números por extenso.
    • Utilizar os números por extenso em situações cotidianas.

2. Competências e Habilidades:

  • Reconhecer e utilizar os números por extenso até 100.
  • Desenvolver a capacidade de associação entre os números em algarismos e por extenso.
  • Aplicar os conhecimentos adquiridos em contextos do dia a dia.

3. Direitos de Aprendizagem:

  • Direito à aprendizagem significativa dos números e sua representação por extenso.
  • Direito à participação ativa nas atividades propostas.
  • Direito ao desenvolvimento da autonomia e da confiança na resolução de problemas numéricos.

4. Campos de Experiência:

  • Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.
  • Traços, sons, cores e formas.
  • Eu, o outro e o nós.

5. Conteúdo Programático:

  • Números por extenso até 100.

6. Metodologia:

  • Jogo de Cartas dos Números por Extenso: Divida a turma em grupos e forneça cartas numeradas de 1 a 100, cada uma com um número escrito por extenso. Os alunos devem associar os números em algarismos às cartas correspondentes por extenso. O grupo que fizer a associação correta mais rapidamente vence.

7. Atividades:

  1. Leitura e identificação: Distribua fichas com números por extenso aos alunos e peça que os leiam em voz alta.
  2. Associação de números: Jogo de associação entre os números em algarismos e por extenso.
  3. Atividades práticas: Utilizar os números por extenso em situações do cotidiano, como identificar números em placas, textos, jornais, etc.

8. Recursos Didáticos:

  • Fichas com números por extenso.
  • Cartas numeradas de 1 a 100.
  • Quadro negro ou branco e giz ou marcadores.
  • Placas com números para atividades práticas.

9. Metodologia de Avaliação:

  • Observação do desempenho dos alunos durante as atividades.
  • Participação ativa nas atividades propostas.
  • Realização de pequenas avaliações escritas sobre os números por extenso.

10. Cronograma de Aplicação:

  • Aula 1: Introdução aos números por extenso e leitura de números.
  • Aula 2: Associação de números em algarismos e por extenso.
  • Aula 3: Jogo de Cartas dos Números por Extenso.
  • Aula 4: Atividades práticas com números por extenso.
  • Aula 5: Revisão e avaliação do conteúdo.

Perguntas Frequentes

Quais atividades são eficazes para ensinar a escrita de números por extenso no 2º ano?

Existem diversas atividades que podem ser utilizadas para ensinar a escrita de números por extenso para crianças do 2º ano.

Uma opção é utilizar jogos educativos, como caça-palavras ou jogos de memória, que ajudam a fixar a escrita dos números por extenso de forma lúdica e divertida.

Outra opção é realizar atividades em grupo, como a escrita de números por extenso em cartazes ou em murais.

Isso ajuda a estimular a criatividade e a colaboração entre os alunos.

Como posso alinhar o plano de aula sobre números por extenso com a BNCC para o 2º ano?

Para alinhar o plano de aula sobre números por extenso com a BNCC para o 2º ano, é importante observar as habilidades e competências esperadas para essa etapa do ensino.

Alguns dos objetivos da BNCC para o 2º ano envolvem o desenvolvimento da leitura e escrita de números, assim como a compreensão do sistema de numeração decimal.

Por isso, é recomendado que o plano de aula inclua atividades que estimulem essas habilidades.

Por exemplo, a leitura em voz alta de números por extenso e a escrita de números em diferentes contextos.

Quais estratégias pedagógicas posso usar para facilitar a leitura e escrita dos números por extenso?

Existem diversas estratégias pedagógicas que podem ser utilizadas para facilitar a leitura e escrita dos números por extenso.

Uma opção é utilizar jogos educativos, como mencionado anteriormente, que ajudam a fixar a escrita dos números por extenso de forma lúdica e divertida.

Além disso, é importante utilizar recursos visuais, como cartazes e ilustrações, que ajudam a tornar o aprendizado mais dinâmico e interativo.

Outra estratégia é utilizar exemplos práticos, como a escrita de números de telefone ou de endereços, que ajudam a contextualizar a escrita de números por extenso no dia a dia dos alunos.

Como avaliar o aprendizado dos alunos na escrita de números por extenso no 2º ano?

Para avaliar o aprendizado dos alunos na escrita de números por extenso no 2º ano, é recomendado utilizar diferentes tipos de avaliação, como provas escritas, trabalhos em grupo e atividades práticas.

É importante observar se os alunos conseguem ler e escrever números por extenso em diferentes contextos, como em situações cotidianas e em problemas matemáticos.

Além disso, é importante avaliar se os alunos conseguem compreender o sistema de numeração decimal e aplicá-lo em diferentes situações.

De que maneira posso tornar o ensino de números por extenso divertido e engajador para os alunos do 2º ano?

Para tornar o ensino de números por extenso divertido e engajador para os alunos do 2º ano, é importante utilizar recursos lúdicos e interativos, como jogos educativos e atividades em grupo.

Além disso, é recomendado utilizar exemplos práticos e contextualizados, que ajudam a tornar o aprendizado mais significativo e relevante para os alunos.

Outra opção é utilizar recursos tecnológicos, como aplicativos e jogos online, que ajudam a tornar o aprendizado mais dinâmico e atrativo.

Quais recursos didáticos são recomendados para auxiliar na escrita de números por extenso para crianças do 2º ano?

Existem diversos recursos didáticos que podem ser utilizados para auxiliar na escrita de números por extenso para crianças do 2º ano.

Alguns exemplos incluem cartazes e ilustrações que ajudam a visualizar a escrita dos números por extenso, jogos educativos que ajudam a fixar a escrita dos números de forma lúdica e divertida, e aplicativos e jogos online que ajudam a tornar o aprendizado mais dinâmico e interativo.

Além disso, é importante utilizar recursos práticos, como a escrita de números em diferentes contextos, que ajudam a contextualizar a escrita de números por extenso no dia a dia dos alunos.

5/5 - (1 vote)
Compartilhe este Post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prezado(a) Educador(a), o Conteúdo Integral deste artigo é Exclusivo para Assinantes.

Seja ASSINANTE e veja o conteúdo integral dos Artigos.
Tenha acesso livre aos -Planos de Aula - e -Atividades-

Ganhe BRINDES de Planos de Aula e Atividades; desfrute de Vantagens Exclusivas!👇